Praia do Forte - Bahia

17 de jan de 2019

Oie pessoal! Tudo bem com vocês? 

Quanto tempo eu não posto por aqui, não é mesmo? Mudanças são necessárias, como viram, o layout do blog também mudou: Ano novo, layout novo! 

O cronograma de postagens e os temas também mudaram, mas vocês vão gostar, garanto!

Chega de enrolação e vamos direto ao assunto. Hoje eu vim indicar a vocês que gostam de viajar e estão pensando em programar uma viagem mas não sabe para onde, a nossa linda Bahia!

Há um tempo atrás, eu e minha família ficamos duas semanas na Praia do Forte - Bahia, e foi incrível. Bem parecida com uma vila gigante, a praia do forte tem ótimos restaurantes e lojinhas para fazer compras, parquinhos, mercados e até escola, tudo muito próximo. 
A Praia do Forte é uma praia situada no distrito homônimo, no município de Mata de São João, no estado da Bahia, no Brasil. Dista cerca de 80 quilômetros da capital do estado, Salvador.



Lá podemos comprar ingressos para visitar o Projeto Tamar, (Se você for até a praia do forte, precisa dar uma passadinha no Projeto Tamar), alimentamos as tartarugas, que vão de pequenininhas a gigantescas. Podemos ver varias espécies delas de perto, e entender um pouco mais sobre a conservação e importância delas no nosso planeta. Também podemos ter a incrível experiência em passar a mão em um tubarão lixa.

(3 imagens do Projeto Tamar foram retiradas do google, por que eu acabei perdendo essas fotos, sendo minha, somente, a com minha familia em frente ao letreiro, estou dando os devidos créditos aos donos das outras fotos)




Na praia, durante as manhãs, as marés ficam muito baixinhas, se transformando em lindas piscinas naturais com diversos peixinhos, a água bem clarinha facilita para a visualização deles, o mais legal é poder entrar nessas piscinas com eles, confesso ter ficado com medo de machucá-los ou então deles me machucarem (Apesar de pequenos, eu morro de medo), mas, conforme você vai passeando entre as piscinas naturais o medo acaba. 



Durante a tarde (Por volta das 12 pm) a maré começa a subir e você nem percebe, e é bem importante ficar atento, por que se estiver numa piscina natural muito longe e a maré subir, ficará fundo para você retornar, a maré sobe muito rápido, e quando percebemos, já cobriu todos os recifes, (Arrecife ou recife é uma formação rochosa submersa logo abaixo da superfície de águas oceânicas, normalmente próxima à costa e em áreas de pouca profundidade.), o que também é bom ficar de olho, pois os recifes nada mais são do que pedras, e com a maré alta é difícil de ver onde eles estão, podendo se chocar contra seu corpo enquanto nada. 



Os recifes também são escorregadios, caso vá andar entre as piscinas naturais, indicam-se que vá de crocs ou algum chinelo menos escorregadio para evitar quedas, ou pedras pontiagudas. 


Pertinho da praia tem uma pracinha com uma igreja bem bonita, que celebra missas e festas. Durante a noite, na época que eu fui, ela estava bem iluminada e era lindo de se ver (Por fora e por dentro).



Fomos em setembro, e estava um clima agradável, esperava que fosse morrer de calor, mas até que estava bem gostoso, a noite fresca, o que era ótimo pois saiamos para jantar todas as noites, passear, olhar as lojinhas ou tomar um sorvete. Durante o dia, tinha um sol, mas também uma brisa boa, o que tornava menos abafado. 



Bom, eu particularmente me apaixonei por lá, e pretendo voltar mais vezes, é aconchegante e gostoso, as pessoas são legais, e os moradores de lá tem sotaque baiano muito legal, impossível não voltar falando um pouco, fora a quantidade de gringos que vão lá. Dá para fazer mergulho para tirar fotos e ver os peixinhos com maior nitidez, sobre todas as coisas, viajar faz bem para alma e é preciso! Super indico para vocês visitarem, e por favor, me contem se já foram, conhecem, ou se nunca ouviu falar, o que achou do post, é sempre bom ter a opinião de vocês aqui! 

Beijos, até mais! 💛💛


Me acompanhe nas Redes Sociais:
♥ Facebook | Giovanna Otuka
♥ Instagram  |  @otuka_gi
♥ Pinterest   Giovanna Otuka



Me perdi na vasta imensidão do meu eu.

6 de dez de 2018


Por diversas vezes me vi por aí vagando sem saber quem de fato sou eu. Enlouqueci. Me perdi na vasta imensidão de ser eu. Ou então, de ser sempre quem querem que eu seja. Você sempre acaba em alguma hora se perdendo de quem você é, ou, você nunca soube quem você é, do que gosta, ou o que fazer quando a escola acabar. Pelo menos, comigo sempre foi assim. Ser "eclética" em tudo tem lado bons, mas tem muitos lados ruins. Sempre me vi gostando de várias coisas, sem preferência ou estilo definido. Sou o que eu sou agora, e pode ser que daqui a algum tempo, eu não seja mais. Ventos me carregam, e eu, mudo conforme estações novas chegam. Escolhas, gostos, vontades, tudo muda, em tão poucos segundos que eu me sinto perdida na minha própria coleção de "eu", infinitamente sendo eu. Em constante mudança, adaptações, ou descobertas sobre o que eu ilimitadamente sou. Ou fui. Ou quem sabe? Eu definitivamente não. Me conheço tanto a ponto de me tornar desconhecida de uma noite para outra. 



Curtidas de Humor - Natura

13 de set de 2018

Oi gente, quanto tempo né? Muitas coisas aconteceram nesse meio tempo, e estava tentando me organizar para conseguir dar conta de tudo, inclusive blogar! Agora que consegui arrumar tudo, teremos posts novamente, toda terça e quinta, e um especial no sábado (Sempre o último sábado do mês). Vamos logo ao que interessa né, manas! 


Semana passada, chegou uma caixinha para mim aqui em casa, e eu, obviamente, surtei. Dentro da caixinha, bem embaladinha, tinha o novo perfume da Natura, "Curtidas de Humor", que eu, particularmente, estava maluca para comprar! 


Playlist: Alegria contagiante.

10 de jul de 2018

Oi gatinhos e gatinhas, tudo bem com vocês? Eu estou bem, e nos post de hoje trouxe minha playlist que me traz muita alegria enquanto escuto, no caminho ao trabalho, na volta, no ônibus apertado e me deixa tão feliz e com vontade de sair cantando, pulando, dançando e abraçando todo mundo hahah! Vamos lá?



GIOVANNA OTUKA
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL